FELIZ NATAL!

Que o Menino Jesus, verdadeiro dono da festa, traga mais amor, paz, harmonia e prosperidade ao mundo em que vivemos!

E, aos amigos, mais e mais de tudo o que vocês desejarem de melhor, sempre!

Muah!

Muah!

Anúncios

1 comentário 25 de dezembro de 2008
Tags: , ,

Véspera de Natal

Não entendo como tem gente que não gosta desta época do ano. Caraca, eu adoro!

De manhã, fui com meus pais comprar os presentes finais e dar uma volta no shopping que, por incrível que pareça, estava transitável enquanto estivemos lá.

Depois, fui arrumar o cabelo e fazer as unhas, me preparar para Papai Noel.

Como sempre, passamos a véspera na casa de minha avó paterna, o que significa muitas risadas e diversão. Além de uma comilança de fazer gosto!

O mais importante é lembrar o quanto amo minha família e o quanto sou amada por eles.

Feliz Natal!

Feliz Natal!

Add a comment 24 de dezembro de 2008
Tags: , ,

Before Xmas

Segundo dia oficial de férias! E sabe o que fiz o dia inteiro? N-A-D-A!  Só vi televisão, li e dormi muito, como gostaria de poder fazer todos os dias… Tanto cansaço acumulado, tanta gastrite e gripe que ainda incomodam, tanto coração partido.

Ainda que hoje, Doce tenha ligado para desejar feliz Natal e bom Ano Novo. Desta vez, quem não estava para conversa era eu.

Add a comment 23 de dezembro de 2008
Tags: , ,

='(

Fiz uma das coisas mais difíceis da minha vida hoje. Terminei com o Doce. Quer dizer, acho que terminei. E, como não consigo mais encontrá-lo, o fiz por e-mail mesmo. O pior de tudo isso é que ainda gosto dele, muito. Só que percebo que ele não tem mais nenhum interesse em mim. Não vou me enganar, fiz isso minha vida inteira, só perdi meu tempo com quem não me queria. Desta vez, prefiro sofrer de uma vez e seguir em frente em paz.

É Natal, não é época disso, eu sei. Mas não quero passar mais tempo com dúvida.

Add a comment 22 de dezembro de 2008
Tags: , , ,

Procon!

Post protesto e aviso.

Fomos almoçar hoje em um restaurante que há muito queríamos conhecer chamado Tordesilhas, na rua Bela Cintra. Reservamos a mesa e, na hora da reserva, perguntaram se queríamos comer a la carte ou no bufê de comida brasileira. Como meu irmão tinha plantão no jornal, resolvemos optar pelo bufê.

O local é muito agradável, bem decorado e os funcionários são muito bons. A comida é simples. O mais diferente que havia era um bobó de camarão, que qualquer restaurante por quilo mais ajeitado tem hoje em dia. Quatro tipos de salada (folhas verdes, tomate com mussarela de búfala, cuscuz de sardinha em lata e mais uma que não me lembro, mas era simplezinha também); arroz branco, feijão preto, barreado (carne cozida até derreter), queijo coalho, bolinhos de carne, mini-legumes na manteiga, frango assado, carne de sol com manteiga de garrafa e o tal bobó.

Comemos, meu pai e meu irmão tomaram um suco de abacaxi cada um e eu e mamãe tomamos Coca-Cola em lata. Para encerrar, o garçom ofereceu um café (que normalmente é cortesia da casa, mas não lá) e pedimos a conta. R$ 270. Não, você não leu errado. Pagamos duzentos e setenta reais para comer o que descrevi ali em cima. R$ 55 reais por pessoa no bufê, mais as bebidas e o café. Não, não pedimos sobremesa, ainda bem!

Cometemos um erro crasso, mas que não é só culpa nossa: não perguntamos, em nenhum momento, o valor do que comeríamos. Não costumamos fazer isso mesmo. Mas, lógico, se soubéssemos, teríamos ido embora sem comer. E, até onde consta, TODO O ESTABELECIMENTO É OBRIGADO A EXPOR OS PREÇOS QUE PRATICA PARA NÃO LESAR O CONSUMIDOR, O QUE NÃO FOI FEITO NO TORDESILHAS. Portanto, se você for conhecer o lugar, não caia na besteira de comer o tal bufê. O preço é EXTORSIVO, a comida não tem absolutamente nada demais e a conta é um susto.

O dinheiro não é o problema. O problema é ser enganado e comer arroz com feijão pelo preço de uma bela bacalhoada portuguesa.

Add a comment 21 de dezembro de 2008

Mais um susto

Você sabia que, se comer muito e rapidamente, pode ter um probleminha chamado hipofluxo, que faz com que o sangue do corpo se concentre no sistema digestivo e, com pouco sangue no cérebro, faz com que desmaie? Não? Eu também não sabia, até minha mãe desmaiar por isso na praça de alimentação do Bourbon Pompéia hoje. Segundo ela, depois de recuperada e de um eletro no São Camilo, a lasanha foi mais forte que ela.

O Fofo e a Fófis estão para me assustar este ano. Pelo visto, quem vai acabar tendo um enfarte sou eu!

Add a comment 20 de dezembro de 2008

Foi-se…

Por algum tempo, cheguei a achar que poderia ficar mexida com sua saída da empresa e de minha vida. Percebi a tempo que não, não fiquei e nem ficarei. Sinceridade? Acho ótimo que se vá.

Você me ensinou muita coisa, sobre minha profissão, sobre auto-controle, mas, principalmente, você me mostrou o que não quero ser.

Não acho que sua falsidade seja algo de que você deva se orgulhar. Muito menos a falta de ética de tentar enfraquecer a auto-estima daqueles a quem teme.  Espero que nesta nova fase, você busque aprender mais e desça do pedestal inexistente em que tenta se colocar, para não enxergar as próprias fraquezas. Porque sim, você é fraco. Principalmente de caráter.

Que Deus o proteja de você mesmo.

Add a comment 19 de dezembro de 2008

Páginas

Categorias

Links

Meta

Agenda

setembro 2017
D S T Q Q S S
« dez    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Most Recent Posts