Conclusões

15 de dezembro de 2008
Tags: , , ,

Já dizia Matrix: “A ignorância é uma benção.” E eu completo, a inteligência, uma tortura. Esta foi apenas uma das conclusões a que chegamos, meu irmão e eu, em uma conversa hoje.

Parece que estamos cercados de gente lesada, que não consegue enxergar além das aparências mesmo, que foram engolidas pela Matrix que é a percepção limitada da vida. Gente que teme por coisas que não deveriam e não notam o perigo onde ele realmente está.

Gente que se quiséssemos e não gostássemos, enganaríamos facilmente. O que não fazemos porque só de imaginar, o coração dói. Coração, este idiota que mais apanha que bate…

Coisa de mulher, que, outra máxima a que chegamos, é sempre destemperada. Ou temperada com excesso de hormônios, que nos fazem emoções ambulantes e exageradas, difíceis de serem levadas, mesmo com todo o amor do mundo.

Tanta vida em tão pouco viver de fato.

Anúncios

Entry Filed under: Arte

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to comments via RSS Feed

Páginas

Categorias

Agenda

dezembro 2008
D S T Q Q S S
« nov    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Most Recent Posts

 
%d blogueiros gostam disto: