Infância

28 de junho de 2008
Tags: , , ,

Fui ver a pequenininha dançar quadrilha. Tão engraçado como o tempo passou rápido. Não só no caso dela, mas em tudo.

Foi ontem que a Giugiubinha nasceu e fui com a mãe dela para o hospital. Da mesma forma que faz pouco tempo que estava em Bauru, vendo o Rock in Rio e minha mãe ligou para avisar que a caçula havia nascido. E só nesta última oração, já existem muito mais fatos do que minha cabeça é capaz de lembrar.

Olhava para os pequenos na festa, via as menininhas de bolsa e bota de saltinho, para parecerem mais “adultas” e só conseguia pensar no tanto que somos inocentes quando crianças. Eu já fui uma delas. Achava que ia ser o máximo quando minha bolsa tivesse dinheiro e documentos importantes, quando pudesse usar batom vermelho sem ninguém implicar, quando meus brincos fossem jóias e não brinquedos. Bobagem. O melhor da infância é exatamente a falta de comprometimento, de responsabilidade. Pena que só entendamos isso quando acaba…

Anúncios

Entry Filed under: Diário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to comments via RSS Feed

Páginas

Categorias

Agenda

junho 2008
D S T Q Q S S
« maio   jul »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

Most Recent Posts

 
%d blogueiros gostam disto: