Off the wall

2 de maio de 2008
Tags: , , , ,

Depois de ir fazer exames de madrugada, vim trabalhar. Muito sem vontade, mas vim. E amanhã, tenho que trabalhar de novo, cobrir uma exibição às 10h da matina. Pelo menos vou assistir a Homem de Ferro de graça.

Mas não foi por isso que resolvi escrever, óbvio.

Há dois dias, tirei a foto dele do meu mural. Parece um gesto simples, eu sei. Tirar uma foto de um mural. Neste caso, espcificamente, foi bem doloroso.

Minha coleção de fotografias de pessoas queridas fica pendurada na parede ao lado de minha cama. Todos os que estão em minha vida, de uma forma ou de outra, estão ali. Todos os que amo estão ali. E tive que fazê-lo sair.

Não bastasse vê-lo todos os dias, não bastasse ter que suportar o fato dele não me amar tão de perto, achei que era um pouco demais me obrigar a olhá-lo logo ao acordar. Com uma tremenda tristeza, removi a chapa. E espero fazer o mesmo com ele do meu coração o mais rápido que conseguir.

Anúncios

Entry Filed under: Diário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to comments via RSS Feed

Páginas

Categorias

Agenda

maio 2008
D S T Q Q S S
« abr   jun »
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Most Recent Posts

 
%d blogueiros gostam disto: