Bittersweet album

22 de abril de 2008
Tags: , , , , , , , ,

Admito, gosto de Madonna mesmo, sou fã. Não chego a ter carteirinha, mas tenho todos os CDs de madame Richie desde Erotica e ainda The Immaculate Colection e Evita de quebra, o que contabiliza oito discos em minha prateleira, mais até do que tenho da Marisa Monte, por quem mato e morro.

Porém, depois de me decepcionar com Confessions on a Dance Floor, álbum anterior ao que acaba de sair, resolvi ouvir a obra antes e só comprar se realmente gostasse.

Música por música, Hard Candy:

“Candy Shop” – tambores que parecem de macumba (nada contra, acho os rituais incríveis, aliás) abrem a canção, que traz a cantora com voz de travesti (não, não tenho fixação por eles. Ouça!).

“4 Minutes” – dançante, com participação afinada de Justin Timberlake, o que, de alguma forma, me fez lembrar da Britney Spears… Não vai salvar o mundo, mas é boa.

“Give It 2 Me” – o título já me irrita. Usar número no lugar da preposição é muito coisa de rapper, yo, e Maddie é branquela demais para querer chegar a tanto. Fora a batida, que parece coisa de videokê cafona de japonês da Liberdade.

“Heartbeat” – lenta de um jeito estranho, deve ser complicada de levar às pistas sem um bom remix. Dá um bom vídeo clipe. A letra é meio adolescente, do tipo: uma noite na buaty pode resolver os problemas. Hã…

“Miles Away” – minha preferida do álbum. Principalmente por parecer com o que já passei algumas vezes. Mas pode ser meio cansativa para quem não entende a letra. “So far away”.

“She’s Not Me” – boa de dançar, apesar de música de corna. Ok, que atire o primeiro presente de perdão de ex quem nunca quis cantar algo parecido. Precisa de um remix mais animado, mas ok.

“Incredible” – anotação que fiz enquanto ouvia: “parece Claudinho e Buchecha”. Em breve, em uma versão nacional perto de você. Antes, dance até cansar no clube mais próximo.

“Beat Goes On” – me deu sono! E de fundo, parece que há uma criança aprendendo a tocar um irritante xilofone. Nem quis pesquisar de quem é a participação especial (?). Lástima!

“Dance 2Night” – Primeiro, leia comentário sobre o título da terceira faixa. Agora, mais uma vez, quem salva a pele de pêssego – ahã – de Mrs. Richie é Tiberlake, que parece saber melhor o que faz no CD do que ela…

“Spanish Lesson” – será que Madonna sentiu saudade de Evita e de ter caso com Banderas e resolveu gravar esta bomba? Ela ainda vai sentir vergonha disso quando ouvir daqui a um tempo. Certeza!

“Devil Wouldn’t Recognize You” – gosto bem desta faixa. O tom dramático apela ao meu lado Maria Callas e o piano misturado com sintetizadores ficaram maravilhosos. Ponto!

“Voices” – fechamento picolé de chuchu. Madonna sempre buscando por aprovação, como se precisasse para ser das maiores de todos os tempos.

Resultado: músicas legais 5 X 7 músicas chatas. It means, meu dinheiro não leva. Nem meu tempo. Madonna é e sempre será diva, aquela que embala meus momentos de alegria. Só que essa meleca perdida pode e deve ser esquecida o mais rápido possível!

Anúncios

Entry Filed under: Diário,Músicas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to comments via RSS Feed

Páginas

Categorias

Agenda

abril 2008
D S T Q Q S S
« mar   maio »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

Most Recent Posts

 
%d blogueiros gostam disto: